Home Informe por Banco Caixa Econômica Inf.17/977 – Caixa divulga lucro no dia 21/08

Inf.17/977 – Caixa divulga lucro no dia 21/08

4
13,302

Resultados podem chegar a R$4 bi

No próximo dia 21 de agosto, a Caixa Econômica Federal vai divulgar o lucro que a empresa conseguiu no primeiro semestre deste ano. Os técnicos do banco estão fechando as últimas contas e os dados são animadores. O lucro deve ficar entre R$ 3,5 e 4 bilhões. O melhor resultado dos últimos anos. Se confirmado, o valor apenas do primeiro semestre deve ficar bem perto de todo o lucro apresentado em 2016, quando a Caixa obteve um resultado positivo de R$ 4,1 bilhões.

A expectativa é fechar 2017 com um lucro líquido entre R$ 6 e 7 bilhões. O valor representa um crescimento de quase 70% em relação ao ano passado. O lucro da estatal está calçado na redução significativa da inadimplência, o aumento da arrecadação das loterias (9,6% nos primeiros 7 meses), da venda de imóveis (habitação) e dos empréstimos consignados.

O corte nas despesas operacionais – como a redução do número de departamentos – e o alívio na folha de pagamento com a saída de quase 7 mil empregados por meio do Programa de Demissão Voluntário Extraordinário (PDVE), também contribuíram para o resultado positivo.

No primeiro trimestre, a Caixa teve um lucro líquido de R$1,48 bilhão. Crescimento de 81,8% em comparação a 2016, quando o lucro da empresa foi de R$ 818 milhões.

PLR SERÁ PAGA EM SETEMBRO

Pelo acordo coletivo firmado ano passado, a Caixa tem até o dia 30 de setembro para pagar aos empregados a primeira parcela da Participação dos Lucros e Resultados (PLR). Ainda conforme o acordo, esse pagamento corresponde a 60% do total devido aos bancários. A PLR, assim como todos os outros pontos financeiros, vai sofrer reajuste do INPC/IBGE, acrescido de 1%. O INPC dos últimos 12 meses está acumulado em 2,08%.

Apesar de ter até o dia 30 de setembro para fazer o pagamento da PLR, a direção do banco estuda antecipar essa data e trabalha com a possibilidade de repassar a primeira parcela aos empregados até o dia 20 de setembro.

FGTS INATIVO

Um dos responsáveis pela melhora na economia, os saques das contas inativas do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) não vai ser prorrogado. Em entrevista a imprensa nesta sexta-feira (11), o presidente da Caixa, Gilberto Occhi, argumentou que é necessário preservar a liquidez do fundo. E que, por isso, o Governo Federal não trabalha com a hipótese de prorrogação do prazo e nem de uma repetição dos saques nos próximos anos.

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugestão

Inf.17/999 – Mercado tem 26,3 milhões de trabalhadores subutilizados, diz IBGE

Taxa mostra que país tinha 23,8% da força de trabalho subutilizada no 2º trimestre, o que …