Home Informe por Banco Caixa Econômica Inf.17/890 – Caixa reabre PDVE e quer tirar mais 5 mil empregados

Inf.17/890 – Caixa reabre PDVE e quer tirar mais 5 mil empregados

3
4,381

A Caixa Econômica Federal anunciou nesta sexta-feira (14), a reabertura do Programa de Demissão Voluntário Extraordinário (PDVE). No primeiro semestre, 4.645 empregados deixaram o banco. Desta vez, a meta da direção é desligar mais de 5 mil bancários.

O prazo para aderir a nova fase do PDVE começa nesta segunda-feira (17) e vai até 14 de agosto. As condições para aderir ao plano são as mesmas da etapa anterior: estar aposentado pelo INSS ou comprovar condição de se aposentar até 31 de dezembro; ter 15 anos ou mais de serviços prestados a Caixa ou estar com função incorporada até a data do desligamento. Nesse último caso, não há exigência de tempo mínimo de serviço.

Para tornar atrativo o PDVE, a Caixa oferece aos empregados 10 salários líquidos a título de indenização. Esse valor é limitado a 500 mil reais.

SAÚDE CAIXA

Em relação ao plano de saúde, o PDVE faz a seguinte divisão: por prazo indeterminado (vitalício) e por prazo determinado (24 meses). Serão contemplados com o Saúde Caixa de forma vitalícia, os empregados aposentados pelo INSS durante a vigência do contrato de trabalho com a Caixa; os admitidos já na condição de aposentados pela previdência com o mínimo de 120 meses de contribuição para o plano e aqueles não aposentados na data do desligamento, mas que venham a se aposentar até 31 de dezembro.

Os que terão direito a 24 meses do Saúde Caixa são os não aposentados até 31 de dezembro, aqueles com menos de 15 anos de banco e os aposentados que contribuíram com menos de 120 meses para o plano.

TÍQUETE ALIMENTAÇÃO

Ao aderir o PDVE, o empregado deixa de receber o tíquete. Não há nenhuma prorrogação ou indenização no prevista no plano.

Diretoria Executiva da CONTEC

 

Veja Também

Sugestão

Reforma Trabalhista segue propaganda enganosa no país sem carteira assinada

Baseado nos argumentos utilizados pelo governo Michel Temer, por deputados federais e sena…