Home Informe por Banco Banco do Brasil Banco do Brasil lança programas para cortar 5 mil funcionários

Banco do Brasil lança programas para cortar 5 mil funcionários

0
1,053

O Banco do Brasil divulgou fato relevante ao mercado nesta segunda-feira (11/01) no qual anuncia dois programas de desligamento de funcionários. A meta é cortar pelo menos 5 mil empregados.

 

Segundo Carlos José da Costa André, vice-presidente de Gestão Financeira e Relações com Investidores do Banco do Brasil, foram aprovadas ainda, duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários da instituição. Haverá fechamento de agências.

 

O primeiro é o Programa de Adequação de Quadros (PAQ). O segundo, o  Programa de Desligamento Extraordinário (PDE). O objetivo, de acordo com o fato relevante, é “otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e excessos nas unidades do banco”.

 

O Programa de Desligamento Extraordinário está disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos. O BB informa que os programas têm regulamentos específicos que estabelecem as regras para adesão.

 

A estimativa do BB é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento. “O número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro”, informa a instituição.

 

O Banco do Brasil prevê economia de R$ 353 milhões em 2021 com as medidas e de R$ 2,7 bilhões até 2025.

 

Segundo Carlos José da Costa André, vice-presidente de Gestão Financeira e Relações com Investidores do Banco do Brasil, foram aprovadas ainda, duas modalidades de desligamento incentivado voluntário aos funcionários da instituição. Haverá fechamento de agências.

 

O primeiro é o Programa de Adequação de Quadros (PAQ). O segundo, o  Programa de Desligamento Extraordinário (PDE). O objetivo, de acordo com o fato relevante, é “otimizar a distribuição da força de trabalho, equacionando as situações de vagas e excessos nas unidades do banco”.

 

O Programa de Desligamento Extraordinário está disponível a todos os funcionários do BB que atenderem aos pré-requisitos. O BB informa que os programas têm regulamentos específicos que estabelecem as regras para adesão.

 

A estimativa do BB é que cerca de 5 mil funcionários venham a aderir aos dois programas de desligamento. “O número final de adesões, assim como o respectivo impacto financeiro, serão informados ao mercado após o encerramento dos períodos de adesão que ocorrerá até 5 de fevereiro”, informa a instituição.

 

O Banco do Brasil prevê economia de R$ 353 milhões em 2021 com as medidas e de R$ 2,7 bilhões até 2025.

Fonte: Correio Braziliense

Diretoria Executiva da CONTEC

Sugestão

Seeb Cascavel (PR) protesta e denuncia “desmonte” do Banco do Brasil

“O que está por trás dessas medidas é o desmonte do Banco do Brasil, um banco público que …