Home Informe por Banco Outros Bancos Banco Pan tem lucro de R$ 117,7 milhões no 2º trimestre, alta de 179%

Banco Pan tem lucro de R$ 117,7 milhões no 2º trimestre, alta de 179%

0
569

O Banco Pan obteve lucro líquido de R$ 117,7 milhões no segundo trimestre, um salto de 179% em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento das operações de crédito ajudou a instituição a melhorar o resultado.

O banco, controlado pelo BTG Pactual e pela Caixa, terminou junho com saldo de R$ 22,536 bilhões na carteira de crédito, o que significa crescimento de 16% em um ano. O volume foi impulsionado pelas operações de financiamento de veículos e crédito consignado, principais produtos da instituição. A taxa de inadimplência baixou de 5,7% para 5,3% na mesma base de comparação.

O ritmo de originação de crédito aumentou para R$ 4,842 bilhões no segundo trimestre, 19% superior ao verificado em igual intervalo do ano passado. Também houve crescimento de 2% frente ao primeiro trimestre, apesar da desaceleração da economia.

A margem financeira líquida do Pan ficou em R$ 1,056 bilhão entre abril e junho em termos gerenciais, o que representa uma alta de 18% na comparação com o segundo trimestre de 2018. Enquanto isso, as despesas com provisões para devedores duvidosos (PDD) cresceram 10%, para R$ 341 milhões.

De acordo com o Pan, no entanto, o custo do crédito ficou relativamente estável na carteira de varejo. O aumento das despesas com PDD reflete a decisão de provisionar praticamente toda a carteira imobiliária voltada a pessoas jurídicas e de antecipar reservas relacionadas a operações com empresas — dois segmentos dos quais o banco está saindo.

As despesas administrativas e de pessoal aumentaram 4% na comparação anual, para R$ 290 milhões. O Pan está em processo de digitalização de suas operações, o que ajuda a manter os custos sob controle.

Está nos planos da instituição lançar uma conta digital no segundo semestre, com o objetivo de se tornar um banco completo — e não apenas de crédito — voltado às classes C, D e E. O Pan também informou nesta terça-feira que estuda alternativas, como uma oferta de ações, para recompor o percentual mínimo de suas ações em circulação. O Valor antecipou em junho que o banco pode fazer um follow-on para dar saída parcial à Caixa e se enquadrar nas exigências de “free float”.

Fonte: Valor Econômico

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugestão

TST suspende ações do MPT contra acordos que impõem negociado sobre legislado

TST suspende processos sobre validade de norma coletiva que restringe direitos.  A Seção d…