Home Informe por Banco Banrisul Banrisul aumenta lucro e reduz a inadimplência no trimestre

Banrisul aumenta lucro e reduz a inadimplência no trimestre

0
13,045

O Banrisul registrou lucro líquido de R$ 290,2 milhões no terceiro trimestre, uma alta de 31,6% na comparação com o mesmo período do ano passado e de 10,8% em relação ao trimestre imediatamente anterior. O resultado bruto da intermediação financeira ficou em R$ 1,181 bilhão, com crescimento anual de 31,5%.

“A evolução do período foi influenciada, especialmente, pela expansão da margem financeira, ampliação das despesas administrativas, pela retração das despesas de PDD e pelo crescimento de outras despesas operacionais”, diz o relatório da administração do banco estatal gaúcho.

A carteira de crédito ampliada atingiu R$ 31,742 bilhões, com expansão de 4,1% em 12 meses e queda de 0,8% em três meses. As despesas com provisão para devedores duvidosos ficaram em R$ 247,6 milhões, com quedas de 34,1% e 10,8%, respectivamente.

O índice de inadimplência ficou em 2,91% no terceiro trimestre, de 3,37% no segundo e 4,30% no terceiro trimestre do ano passado.

As receitas de serviços e tarifas bancárias tiveram alta anual de 5,7%, a R$ 465,2 milhões. Já as despesas administrativas recorrentes avançaram 6,6%, a R$ 960 milhões.

O retorno (ROAE) recorrente anualizado atingiu 17,3% no terceiro trimestre, de 15,6% no segundo e 13,9% no terceiro trimestre do ano passado. Já o índice de Basileia ficou em 15,9%, de 15,0% e 16,5%, na mesma base de comparação.

IPO de cartões

O banco estatal gaúcho informou que a oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da sua unidade de cartões continua paralisada na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), aguardando melhores condições de mercado.

Em abril, assembleia geral extraordinária aprovou uma redução de capital de R$ 353,281 milhões do Banrisul, atrelada à listagem da subsidiária de cartões na Bolsa. A cada duas ações do banco, o acionista receberia uma ação preferencial da Banrisul Cartões. Se a listagem não ocorrer até 15 de dezembro, a restituição aos acionistas se dará mediante pagamento em dinheiro.

Na parte do balanço que fala sobre a previsão (guidance) para 2018, o Banrisul afirma que as expectativas foram elaboradas tomando como premissa a liquidação em dinheiro da redução de capital. “Se o pagamento da redução de capital for efetuado por meio da entrega de ações da Banrisul Cartões, pela eventual abertura de capital da subsidiária ainda em 2018, os impactos advindos deste evento serão tratados como extraordinários”, diz o texto.

A Banrisul Cartões administra a rede de adquirência Vero e a emissão de cartões de benefícios e empresariais BanriCard, contando com 110,8 mil estabelecimentos credenciados ativos e 7,2 mil convênios ativos, respectivamente.

Nos nove meses de 2018, a receita operacional bruta da empresa somou R$ 449,9 milhões, com crescimento de 2,4% em relação ao mesmo período de 2017. O custo dos serviços prestados atingiu R$ 173,9 milhões, enquanto as despesas operacionais que reúnem, principalmente, as administrativas e de pessoal, totalizaram R$ 26,5 milhões.

A antecipação do recebimento de vendas alcançou R$ 2,2 bilhões, representando 23,7% do volume passível de antecipação, e cresceu 54,7% frente ao mesmo período de 2017.

O lucro líquido da Banrisul Cartões foi de R$ 190,3 milhões nos nove meses de 2018, com aumento de 17,8% em relação a 2017.

Fonte: Valor

Diretoria Executiva da CONTEC

Sugestão

Plano de demissão voluntária do Banrisul tem adesão de 8,83% dos funcionários

O dado mais atualizado da instituição financeira gaúcha indica que o banco tinha em junho …