Home Informe por Banco Bradesco Bradesco muda alta cĂșpula e reduz nĂșmero de vice-presidĂȘncias

Bradesco muda alta cĂșpula e reduz nĂșmero de vice-presidĂȘncias

0
639

O Bradesco anuncia nesta segunda-feira, 14, mudanças importantes em sua alta cĂșpula e na divisĂŁo de negĂłcios, apurou o EstadĂŁo/Broadcast. SerĂŁo estabelecidas quatro vice-presidĂȘncias, reduzindo o nĂșmero atual – seis – com foco nos segmentos de varejo, atacado, alta renda e operaçÔes e tecnologia.

Além disso, dois executivos que hoje ocupam cadeira de vice-presidente passam a se dedicar exclusivamente ao Conselho de Administração, segundo fontes. São eles: Maurício Minas, de Tecnologia e OperaçÔes, e Josué Augusto Pancini, responsåvel por Rede. Ambos acumulam desde março de 2018 o cargo de membro do Conselho de Administração do banco.

Para a nova estrutura de vice-presidĂȘncias, o Bradesco deve anunciar, segundo fontes, Marcelo Noronha para tocar a ĂĄrea de atacado; Eurico Fabri deve liderar o varejo; Cassiano Ricardo Scarpelli ficarĂĄ com o segmento de alta renda e AndrĂ© Cano com operaçÔes e tecnologia, respondendo ainda por jurĂ­dico e recursos humanos. Eles jĂĄ ocupam cargos de vice-presidente atualmente. O quarteto serĂĄ responsĂĄvel por ajudar o Bradesco e recuperar o posto de segundo banco mais rentĂĄvel do Brasil entre as grandes instituiçÔes de varejo, perdido para o Santander Brasil em meio Ă  integração do HSBC.

Ao final de setembro Ășltimo, a instituição, segunda maior privada do PaĂ­s em ativos, apresentava retorno (ROE, na sigla em inglĂȘs) de 19,0%. Santander, com 19,5%, e ItaĂș Unibanco, com 21,3%, ocupam a segunda e primeira colocaçÔes no ranking de rentabilidade, respectivamente. “O ano de 2019 serĂĄ um ponto de partida para melhora do indicador (retorno), e nĂŁo de chegada”, disse o presidente do Bradesco, Octavio de Lazari, em conversa recente com a imprensa, ao comentar a rentabilidade do Bradesco.

Foco
A nova composição da vice-presidĂȘncia do Bradesco tambĂ©m vai em linha com o discurso do executivo que tem reforçado ao mercado o foco em trĂȘs linhas de atuação: varejo, atacado e alta renda. A quarta, de operaçÔes e tecnologia, atuarĂĄ como suporte Ă s ĂĄreas de negĂłcios da instituição.

Essa Ă© a primeira grande mudança que o Bradesco anuncia em seu quadro na gestĂŁo de Lazari, que assumiu o comando da instituição em março do ano passado, substituindo Luiz Carlos Trabuco Cappi, que passou a presidir o Conselho de Administração. AlĂ©m disso, a nova estrutura se assemelha Ă  do concorrente ItaĂș Unibanco, que detĂ©m duas diretorias gerais, de varejo e atacado, e trĂȘs vice-presidĂȘncias: tecnologia; jurĂ­dico, pessoas e marketing; e controle de riscos e finanças.

SĂŁo esperadas ainda, segundo fontes, subidas nos cargos abaixo da diretoria executiva do banco. Na Ășltima sexta-feira, o Bradesco anunciou a saĂ­da de Denise Pavarina da diretoria de RelaçÔes com Investidores. Informou ainda que a executiva deixou o cargo por motivos pessoais e que o vice-presidente AndrĂ© Cano acumularia o cargo. Denise foi primeira mulher a ocupar cargo na diretoria executiva do banco.

Além dela, outra baixa na diretoria foi a de Aurélio Guido Pagani, segundo fonte. O Bradesco, que anuncia seus resultados anuais de 2018 em 31 de janeiro, soma R$ 1,357 trilhão em ativos totais e uma carteira de crédito de mais de R$ 520 bilhÔes. Procurado, o banco não comentou.

Fonte: EstadĂŁo

 

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

SugestĂŁo

OIT adota Convenção e Recomendação sobre eliminação da violĂȘncia e assĂ©dio no trabalho

Com votação record, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) acaba de anunciar a adoç…