Home Informe por Banco Caixa Econômica Caixa Econômica Federal vai reabrir PDE em novembro

Caixa Econômica Federal vai reabrir PDE em novembro

26
23,260

A Caixa Econômica Federal vai reabrir em novembro o Programa de Desligamento do Empregado (PDE). Lançado em fevereiro, cerca de 1,3 mil bancários aderiram ao programa. Nessa etapa, o Banco acredita que outros 1,6 mil trabalhadores poderão aderir.

A direção do banco tomou a decisão de reabrir o PDE na semana passada. Pesou a favor da decisão, o fato de já ter autorização dos ministérios da Fazenda e do Planejamento e orçamento aprovado para pagar as indenizações.

O banco aguarda apenas o fim do período eleitoral para dar início a reabertura do programa.

CONDIÇÕES PARA ADESÃO

Como se trata de uma reabertura, as condições para aderir ao PDE são as mesmas de fevereiro:

Рaposentados pelo INSS at̩ a data do desligamento, com exce̤̣o de aposentados por invalidez;

Рque estejam aptos a se aposentarem pelo INSS at̩ 31 de dezembro deste ano;

– com no mínimo 15 anos de trabalho na Caixa até a data do desligamento;

Рcom adicional de incorpora̤̣o de fun̤̣o de confian̤a ou cargo em comisṣo/fun̤̣o gratificada at̩ a data de desligamento.

Apenas os prazos para cumprimento de algumas das exigências serão ajustados.

Os bancários que aderirem ao plano receberão indenização de 9,8 salários base limitado a R$ 490 mil. O pagamento será feito em parcela única até 10 dias após o desligamento. Como se trata de indenização, não é cobrado imposto de renda sobre esse valor.

SAÚDE CAIXA

Inicialmente, o Saúde Caixa estaria garantido para os empregados se aposentassem até 31 de dezembro e aderissem ao PDE. Essa data será alterada. Os bancários que não tivessem aposentados, poderiam manter o plano por até 24 meses sem a possibilidade de prorrogação.

 

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugestão

Contec e Entidades de empregados da CAIXA articulam criação de Fórum

Em reunião realizada nesta terça-feira (13/11), na sede da Advocef, em Brasília, represent…