Home Contec Online Em 2017, salário médio dos homens foi 17% maior do que o das mulheres

Em 2017, salário médio dos homens foi 17% maior do que o das mulheres

0
443

Embora apresente um crescimento maior do que o dos homens, o sal√°rio m√©dio feminino fechou o ano passado em R$ 2.708, enquanto o dos homens ficou em R$ 3.181. Os n√ļmeros representam, respectivamente, varia√ß√£o positiva de 1,8% e 2,6% na compara√ß√£o com 2016.

Com evolu√ß√£o de 2,1%, a remunera√ß√£o m√©dia dos trabalhadores brasileiros subiu para R$ 2.973, de acordo com dados da Rela√ß√£o Anual de Informa√ß√Ķes Sociais (Rais), divulgada hoje (28) pelo Minist√©rio do Trabalho. O sal√°rio dos cerca de 46 milh√Ķes trabalhadores com empregos formais no setor p√ļblico e privado, por√©m, mant√©m a discrep√Ęncia de anos anteriores na divis√£o por g√™nero.

Embora apresente um crescimento maior do que o dos homens, o sal√°rio m√©dio feminino fechou o ano passado em R$ 2.708, enquanto o dos homens ficou em R$ 3.181. Os n√ļmeros representam, respectivamente, varia√ß√£o positiva de 1,8% e 2,6% na compara√ß√£o com 2016. De acordo com o Minist√©rio do Trabalho, em 2017 a remunera√ß√£o m√©dia das mulheres era 85,1% o valor da remunera√ß√£o masculina, em m√©dia.

Em outras palavras, o salário dos homens encerrou o ano passado 17,46% acima do das mulheres, representados pelos R$ 473,16 a mais pagos, em média, aos trabalhadores do sexo masculino. Os dados indicam que o rendimento está caminhando para uma menor desigualdade entre os gêneros, porém a passos lentos. Em 2016, a remuneração básica recebida pelas mulheres correspondia a 84,3% do salário dos homens. Em 2015, o valor da remuneração feminina era 83,4% o da masculina e, em 2014, 82,39%.

Divulgada anualmente para elaborar estat√≠sticas sobre o perfil dos trabalhadores, a Rais cont√©m informa√ß√Ķes sobre cria√ß√£o de empregos formais, classifica√ß√£o das vagas de trabalho por setor econ√īmico, regi√£o do pa√≠s e divis√£o em categorias como sexo, faixa et√°ria e escolaridade. Para a remunera√ß√£o, o Minist√©rio do Trabalho j√° divulga dados corrigidos pela infla√ß√£o relativa a dezembro de 2017.

De uma forma global, os n√ļmeros que foram a p√ļblico nesta sexta-feira (28) indicam uma lenta recupera√ß√£o no n√ļmero de empregos formais, pois foram criadas 221 mil novas vagas em 2017, ap√≥s perda de 3,5 milh√Ķes no estoque de v√≠nculos trabalhistas nos dois anos anteriores. Hoje tamb√©m foi divulgada a Pesquisa Nacional por Amostra de Domic√≠lios Cont√≠nua (PNAD), segundo a qual o Brasil tem 12,7 milh√Ķes de pessoas desocupadas.

Fonte: Agência Brasil

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugest√£o

Apresenta√ß√£o do novo modelo de CCP do Banco Ita√ļ-Unibanco

Pr√≥xima reuni√£o sobre a nova CCP do Banco Ita√ļ-Unibanco est√° agendada para ser realizada n…