Home Informe por Banco BNDES Ex-sócio do banco BTG, Gustavo Montezano vai substituir Levy no BNDES

Ex-sócio do banco BTG, Gustavo Montezano vai substituir Levy no BNDES

0
1,093

O governo¬†Jair Bolsonaro¬†indicou Gustavo Henrique Moreira Montezano, ex-s√≥cio do banco BTG Pactual, para presidir o BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econ√īmico e Social). Ele j√° integrava o governo, como secret√°rio-adjunto da Secretaria de Desestatiza√ß√£o e Desinvestimento.

Montezano, de 38 anos, substituir√° Joaquim Levy, que pediu demiss√£o no final de semana, ap√≥s o presidente t√™-lo “fritado” publicamente.

A indica√ß√£o foi anunciada hoje pelo Minist√©rio da Economia, que informou “o encaminhamento para a delibera√ß√£o do Conselho de Administra√ß√£o do BNDES do nome de Gustavo Montezano, atual secret√°rio-adjunto da Secretaria de Desestatiza√ß√£o e Desinvestimento, para presidir a institui√ß√£o”.

Antes, a líder do governo no Congresso, Joice Hasselmann (PSL-SP) publicou no Twitter que Montezano seria o novo chefe do banco estatal

Carreira no mercado financeiro

Montezano foi o sócio-diretor do banco BTG Pactual, em São Paulo, responsável pela divisão de crédito corporativo e estruturados. Depois, trabalhou para o banco em Londres, na Inglaterra, com a área de commodities (matérias-primas).

No governo Bolsonaro, atuava sob o comando direto do secretário especial de Desestatização e Desinvestimento, Salim Mattar. A área coordena a privatização de estatais e de projetos e parcerias com o setor privado.

O novo presidente do BNDES √© engenheiro mec√Ęnico formado pelo IME (Instituto Militar de Engenharia), no Rio de Janeiro, e mestre em economia e finan√ßas pelo Ibmec, tamb√©m no Rio. Ele iniciou sua carreira como analista de private equity no banco Opportunity.

Saída de Levy

A escolha de Montezano veio depois de um imbr√≥glio que marcou o fim de semana, quando Joaquim Levy –ent√£o presidente do BNDES– pediu para deixar a presid√™ncia da institui√ß√£o, ap√≥s o presidente Jair Bolsonaro ter¬†amea√ßado publicamente demiti-lo¬†caso n√£o suspendesse a nomea√ß√£o do advogado Marcos Barbosa Pinto do cargo de diretor de Mercado de Capitais do banco de fomento. O advogado,¬†assim como o pr√≥prio Levy, ocupou¬†cargos p√ļblicos durante governos petistas.

A rela√ß√£o de Levy com o Planalto vinha desgastada h√° algum tempo e, dentre os motivos, est√£o temas como a devolu√ß√£o de recursos ao Tesouro Nacional e a abertura de informa√ß√Ķes do banco com detalhes sobre financiamentos do passado, que o governo Bolsonaro chama de “caixa-preta” do BNDES.

Ap√≥s a divulga√ß√£o da indica√ß√£o, o porta-voz da Presid√™ncia, general Ot√°vio R√™go Barros, afirmou que Bolsonaro “tem por concep√ß√£o pessoal a percep√ß√£o de que eventuais pessoas que tenham participado de governos que colocaram o pa√≠s numa situa√ß√£o catastr√≥fica n√£o devem participar deste governo”.

(Com Reuters)

Fonte: UOL

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugest√£o

MP 905 altera CLT e reduz poder do Minist√©rio P√ļblico do Trabalho

Texto estabelece prazo para acordos com empresas e diminui valores de multas Advogada Juli…