Home Informe por Banco Banco do Brasil Funcion√°rios do Banco do Brasil movem a√ß√£o contra Guedes. Ele disse que √© preciso ‚Äúvender logo a p. do BB‚ÄĚ

Funcion√°rios do Banco do Brasil movem a√ß√£o contra Guedes. Ele disse que √© preciso ‚Äúvender logo a p. do BB‚ÄĚ

0
889

A Associa√ß√£o Nacional dos Funcion√°rios do Banco do Brasil (Anabb) vai notificar extrajudicialmente o ministro da Economia, Paulo Guedes. Na reuni√£o ministerial de 22 de abril ‚ÄĒ que est√° no inqu√©rito aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) para investigar den√ļncias de Sergio Moro contra o presidente Jair Bolsonaro ‚ÄĒ, Guedes, afirmou que √© preciso ‚Äúvender logo a porra do BB‚ÄĚ.

Na avalia√ß√£o dos funcion√°rios do BB, Guedes ultrapassou todos os limites da √©tica ao atacar uma empresa cujas a√ß√Ķes t√™m forte impacto na economia. Asseguram ainda que tanto, no governo do qual Guedes faz parte quanto no Congresso, n√£o h√° apoio para a privatiza√ß√£o da institui√ß√£o. ‚ÄúTal postura revelou-se despropositada e indecorosa n√£o somente para com a institui√ß√£o e todo o funcionalismo do Banco do Brasil e, sobretudo, para com todo o povo brasileiro‚ÄĚ, ressalta a Anabb na a√ß√£o.

A associa√ß√£o ressalta, ainda, que a fala do ministro irritou muito os funcion√°rios, que cobraram da entidade uma a√ß√£o efetiva, pois est√£o trabalhando pesado, sobretudo neste momento de pandemia do novo coronav√≠rus, com ag√™ncias abertas e opera√ß√Ķes de cr√©dito importantes neste momento.

‚ÄúUma empresa n√£o existe sozinha. O Banco do Brasil √© a soma do trabalho e da dedica√ß√£o de todos os seus funcion√°rios. Causa perplexidade a fala em um momento grave para o pa√≠s e para a sociedade brasileira. A fala desconsidera o trabalho de todos os funcion√°rios no contexto da pandemia, que est√£o atendendo a popula√ß√£o em todo o pa√≠s, correndo riscos, mas sem abdicar de exercer seu papel. √Č um trabalho essencial, para os cidad√£os e para a economia‚ÄĚ, frisa a Anabb. (Fonte: Correio Braziliense – Por Vicente Nunes)

Veja os principais pontos da notificação extrajudicial:

‚ÄúA Associa√ß√£o Nacional dos Funcion√°rios do Banco do Brasil ‚Äď ANABB ‚ÄĒ vem, respeitosamente, manifestar-se sobre o pronunciamento de Vossa Senhoria o qual afirmou que seria preciso ‚Äúvender logo a porra do Banco do Brasil‚ÄĚ, durante uma reuni√£o ministerial citada pelo ex-ministro da Justi√ßa S√©rgio Moro.

Inicialmente √© necess√°rio relembrar que o Banco do Brasil foi fundado em 12 de outubro de 1808. Foi a primeira institui√ß√£o banc√°ria a operar no pa√≠s e, em mais de 200 anos de exist√™ncia, acumulou experi√™ncias e colecionou inova√ß√Ķes participando vivamente da hist√≥ria e da cultura nacionais. Tem como principal miss√£o corporativa ‚Äúser um banco de mercado, competitivo e rent√°vel, atuando com esp√≠rito p√ļblico em cada uma de suas a√ß√Ķes junto √† sociedade‚ÄĚ.

O Banco do Brasil √© uma institui√ß√£o financeira brasileira constitu√≠da na forma de sociedade de economia mista, com participa√ß√£o do governo federal do Brasil em 50% das a√ß√Ķes, sendo um banco estatal e que possui grande representatividade no pa√≠s. Conta com 15.133 pontos de atendimento distribu√≠dos pelo pa√≠s, entre ag√™ncias e postos, sendo que 95% de suas ag√™ncias possuem salas de autoatendimento (s√£o mais de 40 mil terminais), que funcionam al√©m do expediente banc√°rio. Possui ainda op√ß√Ķes de acesso via internet, telefone e telefone celular. Est√° presente em mais de 21 pa√≠ses al√©m do Brasil. Demais disso, o Banco do Brasil possui 5.429 ag√™ncias, estando presente na maioria dos munic√≠pios do pa√≠s, com uma estrutura de mais de 109.191 funcion√°rios, al√©m de 4066 estagi√°rios, contratados tempor√°rios e adolescentes trabalhadores.

Como se v√™, √© situado como um dos maiores bancos do Brasil, tanto em ag√™ncias quanto em patrim√īnio/receita l√≠quida e contribui de forma intensa no crescimento econ√īmico, industrial, comercial e social do Brasil, atuando diretamente em situa√ß√Ķes pouco atrativas aos bancos privados como, por exemplo, o cr√©dito rural que precisa estar ao alcance de todos. A sua presen√ßa nos agroneg√≥cios, financiando boa parte das exporta√ß√Ķes e na concess√£o de cr√©dito com taxas de juros bem acess√≠veis √†s micro e pequenas empresas fornecendo capital de giro e op√ß√Ķes de investimentos, fazem do Banco do Brasil a institui√ß√£o mais procurada por pessoas que tem o interesse de estabelecer uma empresa.

Demais, disso, o Banco do Brasil est√° presente em diversos segmentos culturais e art√≠sticos, no esporte ol√≠mpico brasileiro (v√īlei, futsal, etc), entre outras modalidades esportivas, confirmando o prop√≥sito de participar do crescimento do Brasil atuando em diversas √°reas.

Dessa forma, a marca ‚ÄúBanco do Brasil‚ÄĚ √© uma das mais conhecidas e valorizadas pelos brasileiros, que reconhecem na institui√ß√£o atributos como solidez, confian√ßa, credibilidade, seguran√ßa e modernidade. Por meio de atua√ß√£o bastante competitiva nos mercados em que atua, o Banco do Brasil √© uma companhia lucrativa alinhada a valores sociais.

Deve ser considerado, ainda, que tal postura não se coaduna com o posicionamento do atual governo, tampouco do Congresso Nacional os quais sustentam a não privatização do Banco do Brasil sendo, portanto, um discurso isolado e que não reflete a atual conjuntura política do país.

Diante de tal contexto, a ANABB vem, veementemente, REPUDIAR o infeliz pronunciamento realizado por Vossa Senhoria o qual não condiz com a cordialidade e a urbanidade que o cargo exige e que vem tão somente, de forma imprudente, enfraquecer um dos maiores legados que o Brasil possui nos tempos modernos: o banco de todos os brasileiros. Tal postura revelou-se despropositada e indecorosa não somente para com a instituição e todo o funcionalismo do Banco do Brasil e, sobretudo, para com todo o povo brasileiro.

Ante o exposto, considerando que o Banco do Brasil √© uma institui√ß√£o milenar exercendo um papel fundamental na economia brasileira e que n√£o merece ser tratada com descaso, a ANABB vem NOTIFICAR Vossa Senhoria a fim de que se retrate formalmente em rela√ß√£o ao pronunciamento realizado como medida de justi√ßa e, sobretudo, de respeito a toda na√ß√£o brasileira.‚ÄĚ

Brasília, 17h29min

Diretoria Executiva da CONTEC

Sugest√£o

194 agências fecham após pandemia, e mais cidades ficam sem banco

Para analista, crise s√≥ acelerou movimento que j√° ocorria; Febraban diz que encerramento √©…