Home Informe por Banco Banco do Brasil Inf.17/898 – SEEB Franca consegue liminar judicial para reintegração da função de funcionário do BB

Inf.17/898 – SEEB Franca consegue liminar judicial para reintegração da função de funcionário do BB

0
1,283

O Sindicato dos Bancários de Franca obteve ontem (18/07) uma importante vitória na justiça para um funcionário do Banco do Brasil que perdeu função no desastroso processo de reestruturação que o banco promoveu neste ano.

O trabalhador exerceu diversas funções comissionadas na empresa durante mais de dez anos e durante a reestruturação perdeu o cargo e, de maneira arbitrária, teve a comissão suprimida, tendo recebido o VCP (Vencimento de Caráter Pessoal) por apenas quatro meses.

Diante dos graves danos que a medida do banco acarretou ao funcionário, atingindo sua estabilidade financeira, o advogado do sindicato Dr. Antônio Carlos Saraúza ajuizou uma medida cautelar de urgência com pedido de liminar junto à Justiça do Trabalho de São Joaquim da Barra, pleiteando o restabelecimento do pagamento da comissão de função.

O juiz do trabalho de São Joaquim da Barra, Dr. Ricardo Luís Valentini, acatou o pedido do sindicato e determinou que o Banco do Brasil restabeleça o pagamento da comissão da função. Assim disse o magistrado em sua decisão “…determino que o réu providencie, de imediato, a reinserção das verbas na folha de pagamento do autor, sem redução de valores, bem como efetue o pagamento das diferenças oriundas da supressão/redução a partir do mês de junho do corrente ano.”

“Ingressamos com outros processos contra o BB sobre o mesmo assunto e esperamos que as decisões, que devem sair em breve, também sejam favoráveis aos trabalhadores do banco que tiveram sua verba de comissão de função suprimida pela reestruturação”, afirmou Dr. Saraúza.

Fonte: Sindicato dos Bancários de Franca e Região

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugestão

O que os associados da CASSI necessitam saber?

O que os associados da CASSI necessitam saber: Vamos lutar pela CASSI ou entregá-la? Vida …