Home Informe por Banco Caixa Econômica Saída de Occhi abre disputa entre partidos pela Presidência da CAIXA

Saída de Occhi abre disputa entre partidos pela Presidência da CAIXA

1
13,682

O presidente da Caixa, Gilberto Occhi, está de saída da empresa. Ele vai ser o novo ministro da Saúde no lugar de Ricardo Barros, que deixa a pasta para concorrer às eleições deste ano. O PP já indicou o nome de Occhi para o presidente Michel Temer, que já deu sinal verde.

Esta deve ser a última semana de Occhi à frente da Caixa. Ele vai anunciar o maior lucro da história da empresa nesta terça-feira (27.03) e se despedir do banco. A saída de Occhi abriu uma disputa pelo cargo. PP, PSD e MDB brigam pelo comando da instituição.

O PP quer fazer o sucessor. E já indicou o vice-presidente de Habitação da Caixa, Nelson de Souza. Mas, dificilmente, ele será aceito. O PSD, partido do Ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, quer um nome mais técnico. E patrocina a indicação do vice-presidente de Finanças da Caixa, Arno Mayer.

Arno está alinhado com as premissas defendidas pelo ministro da fazenda. Além disso, ficou ao lado de Meirelles na disputa com Occhi no caso que resultou na mudança das escolhas dos vice-presidentes da instituição. Meirelles defende nomes técnicos, enquanto Occhi queria manter as indicações políticas.

O MDB também cobiça o cargo. Fábio Lenza – vice-presidente de Produtos e Varejos – e Marcos Jacinto – vice-presidente de Pessoas – agradam ao partido. O primeiro conta com o apoio do clã Sarney. Tanto, que está há 14 anos como vice-presidente e atuou em diversas áreas da Caixa. Jacinto tem respaldo do MDB da Câmara.

Arno é o favorito. Além de um nome mais técnico, pode servir de argumento para trazer o PSD para uma aliança com o MDB. Temer deve decidir o substituto de Occhi até o fim desta semana.

 

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja Também

Sugestão

Caixa Econômica Federal vai reabrir PDE em novembro

A Caixa Econômica Federal vai reabrir em novembro o Programa de Desligamento do Empregado …