Home Contec Online Trabalhador volta a ter reajuste salarial acima da inflaĆ§Ć£o em setembro

Trabalhador volta a ter reajuste salarial acima da inflaĆ§Ć£o em setembro

0
340

Fluxo de negociaƧƵes concluĆ­das em 2018 continua crescendo, mas ainda Ć© 29% menor que em 2017 (AnaĆÆs Fernandes)

ApĆ³s dois meses sem reajuste salarial acima da inflaĆ§Ć£o, o trabalhador voltou a conquistar ganhos reais nas negociaƧƵes coletivas de setembro, apontam dados do SalariĆ“metro da Fipe (FundaĆ§Ć£o Instituto de Pesquisas EconĆ“micas).

No mĆŖs passado, os trabalhadores obtiveram reajuste nominal mediano de 4%, o maior desde julho de 2017. Com a inflaĆ§Ć£o calculada pelo INPC (ƍndice Nacional de PreƧos ao Consumidor) acumulada de 3,6% em 12 meses, o aumento real foi de 0,4%.

Segundo HĆ©lio Zylberstajn, professor da FEA-USP e coordenador do SalariĆ“metro, o fato de a data base dos bancĆ”rios ser em setembro ajuda a puxar o indicador. Os funcionĆ”rios de bancos pĆŗblicos e privados de todo o paĆ­s obtiveram reajuste salarial nominal de 5%.

“Os bancĆ”rios sĆ£o uma categoria forte e o que eles resolvem acaba sendo como uma espĆ©cie de referĆŖncia”, diz Zylberstajn.

A pesquisa mostra que o fluxo de negociaƧƵes concluƭdas em 2018 continua crescendo, mas ainda Ʃ menor que em 2017 (-28,6%).

AtƩ setembro, foram fechadas 18.439 negociaƧƵes salariais, contra 25.823 no mesmo perƭodo do ano passado.

Muitas dessas negociaƧƵes incluem clĆ”usulas para contribuiĆ§Ć£o. Segundo o levantamento, foram negociadas 10.784 contribuiƧƵes para sindicatos de trabalhadores. Dessas, 4,4% sĆ£o pagas total ou parcialmente pelas empresas.

“Isso Ć© curioso, porque o sindicato Ć© dos trabalhadores. Ɖ estranho a empresa pagar a contribuiĆ§Ć£o do seu empregado. Nosso sistema acaba produzindo esse tipo de desvio”, afirma Zylberstajn.

Ainda sobre contribuiƧƵes, mas dessa vez entre patrƵes, o estudo destaca que 73,3% das contribuiƧƵes para sindicatos de empresas nĆ£o dĆ£o direito de oposiĆ§Ć£o ā€”isto Ć©, de o representado se manifestar contra o recolhimento.

“A relaĆ§Ć£o do sindicato patronal com as empresas Ć©, em tese, mais prĆ³xima, porque Ć© um universo menor de representaĆ§Ć£o do que entre trabalhadores”, diz Zylberstajn.

O professor observa ainda que a mediana do vale refeiĆ§Ć£o mensal no ano estĆ” em R$ 454, o equivalente a 48% do salĆ”rio mĆ­nimo.

“Ɖ um benefĆ­cio significativo. Embora nĆ£o seja obrigatĆ³rio, existe um incentivo fiscal para que a empresa ofereƧa, porque ela pode deduzir parte do que gasta com alimentaĆ§Ć£o do Imposto de Renda”, afirma.

Fonte: Folha.com

Diretoria Executiva da CONTEC

Veja TambƩm

SugestĆ£o

BNDES tem lucro lƭquido de R$ 6,36 bilhƵes em 9 meses

Valor supera o lucro anual recebido nos Ćŗltimos trĆŖs anos; consultas registraram primeiro …