Início » Movimento sindical pede pelo fim das demissões no Bradesco

Movimento sindical pede pelo fim das demissões no Bradesco

postado Assessoria Renata
869 visualizações

Nesta quinta-feira (25) foi realizada reunião virtual da COE (Comissão de Organização dos Empregados) Bradesco/CONTEC (Confederação Nacional dos Trabalhadores de Crédito) com o Banco Bradesco S/A, para tratar de assuntos de interesse da categoria.

A reunião foi conduzida pelo coordenador da COE Bradesco/CONTEC, Gladir Basso, pelo Secretário da COE, Breno Ferreira e pelo Sr. Sérgio Luiz da Costa. Participaram também o Presidente da CONTEC, Lourenço Prado e 71 dirigentes da Contec, Federações e Sindicatos Filiados. O Banco Bradesco foi representado por Silvia Eduara e Priscila Mosca, ambas da área de Relações Institucionais e Relações Sindicais do Banco.

O movimento sindical cobrou do banco esclarecimentos com relação às demissões e redução dos postos de trabalho, com a transformação de agências em Unidades de Negócio (UN) além do grande número de pedido de demissões.
O Banco esclareceu que devido à pandemia e ao avanço tecnológico, houve uma grande migração para os canais digitais e que o banco, como estratégia para manter pontos físicos, transformou as agências em Unidades de Negócios, o que ocasionou algumas demissões. Contudo, hoje essas demissões já estão dentro dos parâmetros. Com relação aos pedidos de demissão, trata-se de um fenômeno novo, de razões multifatoriais, que está sendo acompanhado pelo banco.

Outra solicitação da categoria foi o Prêmio de Desempenho Extraordinário (PDE) com remuneração individual e coletiva. A representante do banco afirmou que não adotam essa estratégia, mas que encaminhará para análise da Diretoria.

Foi solicitado também o aumento do valor do Km rodado. O banco foi receptivo, achou o pedido pertinente devido aos frequentes aumentos do preço do combustível e de outros insumos, e encaminhará para estudo.

Com relação ao Plano de Saúde Bradesco, foi solicitado o reembolso total para as consultas médicas e odontológicas, terapias e exames, onde comprovado que não haja atendimento por profissionais especializados.
Foram feitos relatos, no Brasil inteiro, da falta de profissionais credenciados ao Bradesco Saúde e, como consequência, os funcionários recorrem ao atendimento particular, mas não recebem reembolso integral das consultas. Portanto, os funcionários pedem ampliação da cobertura em clínicas e hospitais e que seja feito o credenciamento de profissionais de todas as especialidades.
A representante do banco pediu que as federações apresentem um levantamento da situação de cada sindicato e ela atenderá cada federação individualmente, para que os problemas sejam corrigidos.

Um assunto muito debatido, que já foi tratado em outras reuniões, é a possibilidade de se manter o plano de saúde para os aposentados. Atualmente o funcionário que consegue se aposentar na organização perde o plano de saúde e não tem outra opção para continuar no plano. A representante do Bradesco anotou o pedido para levar à análise do banco, porém afirmou que há pouca possibilidade de evolução.

Foram retomadas as deliberações de reuniões anteriores sobre o reconhecimento por tempo de serviço, seja em forma de remuneração, ou folgas concedidas, principalmente como valorização aos funcionários. A princípio o banco negou, mas pode haver nova avaliação do assunto.

No tocante ao pagamento de salário substituto, esse problema vem se arrastando há muito tempo em todo o Brasil e o movimento sindical solicitou o pagamento para funcionário em substituição a outro de salário igual ao do funcionário substituído, seja por motivo de férias, afastamento ou qualquer outro motivo.
O Banco afirmou que nunca há uma substituição integral de um funcionário por outro, pois há divisão de tarefas nas áreas do banco.

Como último assunto, foi solicitada a possibilidade de o banco disponibilizar a todos os funcionários, bolsas de estudo de graduação ou pós-graduação.
O banco alegou que os funcionários já têm acesso à Universidade Corporativa Bradesco – UNIBRAD, que capacita funcionários em todo o território nacional, mas levará o pedido para avaliação.

A reunião foi finalizada e ficou estabelecido que outras deliberações ocorrerão em breve.

Fonte: FEEB PR

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas