Início » BRB teve lucro de R$ 200 milhões em 2023, 24,4% a mais que em 2022

BRB teve lucro de R$ 200 milhões em 2023, 24,4% a mais que em 2022

postado Assessoria Igor

O resultado alcançado em 2023 é 24,4% maior do que o lucro líquido recorrente de 2022, que foi de R$ 160,7 milhões.

Presidente do BRB, Paulo Henrique Costa disse que o lucro do ano passado representa “um crescimento importante, em um cenário bastante desafiador, com tudo que aconteceu no 8 de janeiro, impactos administrativos no DF, ambiente econômico complexo e taxa selic alta”.

Em 2023, o BRB teve crescimento de 26,8% na margem financeira, que chegou a R$ 2,7 bilhões. “O resultado foi impactado positivamente pelo crescimento das nossas subsidiárias, em especial a BRB Financeira e a BRB Seguros, mostrando que o BRB tem ampliado o relacionamento com os clientes, vendendo produtos diferentes, e que os produtos de seguro passaram a ter papel mais relevante no nosso dia a dia”, pontuou Costa.

A carteira de crédito do BRB teve aumento de 17,7% em 2023 e alcançou R$ 31,2 bilhões. O aumento foi menor do que o crescimento registrado nos anos anteriores porque, segundo o presidente do BRB, o banco está em um novo momento no qual permanece acima do mercado e se consolidou no segmento imobiliário.

A carteira de crédito rural foi a que mais cresceu em 2023, com aumento de 81,6%, seguida do crédito imobiliário (36,7%) e de pessoa jurídica (36,5%). “O BRB, que era um banco praticamente dependente de crédito consignado, hoje tem carteira diversificada distribuída entre os segmentos. Isso é bom porque diversifica as fontes de receita e faz com que a gente não dependa somente de um produto”, enfatizou o presidente do BRB.

O BRB fechou 2023 com 7,6 milhões de clientes, 800 mil a mais que no ano anterior. Há seis anos, em 2018, o banco tinha somente 650 mil clientes.

A inadimplência chegou a 2,25% no ano passado, crescimento de 0,13% em 12 meses.

O presidente do BRB disse que o banco movimentou R$ 1,6 bilhão e beneficiou 340 mil famílias por meio de programas sociais do Governo do Distrito Federal, como os que concedem benefícios para pagamento de creche, alimentação e material escolar.

“Isso mostra que o nosso papel de banco de fomento é muito importante e que a gente faz a diferença na sociedade”, enfatizou.

“O BRB é o principal patrocinador do esporte e do entretenimento no Distrito Federal. Assim, a gente oferece experiências únicas para o cliente, estimula oferta de emprego e consolida Brasília como cidade de grandes eventos”, disse.

Flamengo

O BRB fechou três novos contratos com o Flamengo neste mês de abril. Um deles cria empresa de plataforma digital da qual o BRB é acionista, inclui o banco Nação BRB Fla e permite a oferta de novos produtos e serviços.

Outro acordo dá o licenciamento para que o BRB possa explorar os produtos relacionados ao clube carioca por 20 anos. E um terceiro contrato é de patrocínio para que a marca do BRB fique na omoplata da camiseta do time.

O presidente do BRB afirmou que o maior desafio do banco é aumentar a base de capital para iniciar o novo ciclo de crescimento. “Por isso, iniciamos o processo de re-IPO, para emissão de novas ações e aumento de capital. A gente vem acompanhando a dinâmica de mercado para que a gente possa, no momento oportuno, lançar a oferta de capital”, disse.

Fonte: Metrópoles

www.contec.org.br

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas