Início » Concurso nacional unificado tem inscrição até sexta (9)

Concurso nacional unificado tem inscrição até sexta (9)

postado Assessoria Igor

As inscrições para o concurso nacional unificado do governo federal terminam às 23h59 desta sexta-feira (9), no site da Fundação Cesgranrio ou no portal Gov.br, no espaço específico para a seleção. É preciso ter senha no Gov.br para se inscrever.

A taxa de participação é de R$ 60, para cargos que exigem nível médio, e R$ 90, para os de ensino superior. Diferentemente de outros concursos, o candidato não escolhe o cargo específico no qual quer trabalhar, mas faz a inscrição conforme o bloco temático da vaga —ou das vagas— que mais lhe interessa.

No bloco, o participante deve optar pelos postos de interesse, por ordem de importância. É possível se inscrever em todas as vagas previstas, caso tenha a formação exigida.

Há, ao todo, oito blocos: sete para os postos de nível superior e um para os de ensino médio.

A escolha do bloco temático é um dos pontos de maior dúvida dos candidatos interessados em um cargo no governo federal. Por isso, o Ministério da Gestão e Inovação em Serviços Públicos tem orientado os candidatos sobre como proceder.

Pedro Assumpção Alves, da Secretaria de Gestão de Pessoas do MGI, afirma que o principal ponto a ser observado antes de escolher o bloco é entender qual a vocação do cidadão no serviço público.

Para isso, ele indica observar a profissão que já exerce, o curso no qual se formou —se for o caso— e as especificidades exigidas para a vaga de interesse.

“Qual é a principal intencionalidade desse concurso, além da democratização do acesso às vagas, o que já está claro? É que as pessoas façam uma reflexão: ‘qual é sua vocação no serviço público?'”, disse ele em live no dia 11 de janeiro.

Segundo o especialista, os blocos temáticos foram divididos de forma a ajudar na escolha do candidato.

“O que eu quero dizer com isso? Que as pessoas olhem para os blocos temáticos que a gente organizou e, a partir desse olhar, elas pensem na sua trajetória profissional, na sua trajetória de formação e tentem refletir a partir do conteúdo programático expresso nos blocos, qual a sua aspiração no serviço público, aonde elas se enxergam contribuindo para o serviço público?”, diz Alves.

Eduardo Cambuy, professor do Gran Cursos e especialista em aprendizagem, ensina uma estratégia diferente de escolha, focada no tempo que o candidato terá para se preparar para a prova.

Segundo ele, a primeira coisa a ser observada para escolher o bloco é entender as especificidades exigidas.

“A primeira regra para selecionar o bloco é ver as especialidades, observar as vagas, observar as matérias para ver se tem facilidade ou dificuldade com elas, e analisar o tempo que terá para estudar essas matérias que o candidato talvez não conheça”, diz ele.

COMO SE INSCREVER NO CONCURSO NACIONAL UNIFICADO?

  1. Acesse o site https://cpnu.cesgranrio.org.br/login
  2. Informe o seu login do Gov.br, com CPF e senha
  3. Na próxima página, vá em “Autorizar”
  4. Em seguida, clique em “Iniciar inscrição”
  5. Na próxima página, será necessário fornecer informações pessoais como nome, endereço, telefone, email, CPF e RG, entre outras, além de aceitar os termos de privacidade do site
  6. Vá em “Avançar”
  7. Aparecerão os blocos temáticos; é possível clicar em “Ver detalhes” para ter certeza da escolha
  8. Clique em “Ciente” após ler os cargos, as especialidades e as exigências para as vagas
  9. Na página seguinte, os cargos serão listados, com a graduação específica para cada vaga; escolha as que se enquadram em seu perfil
  10. Em seguida, aparecerá os cargos escolhidos por você, na ordem em que clicou sobre eles; é possível modificar essa ordem nas setas para cima ou para baixo que ficam ao lado do cargo
  11. Clique em “Estou ciente” e vá em “Avançar”
  12. Na próxima página, escolha o estado e a cidade de realização das provas e clique em “Avançar”
  13. Responda se quer concorrer às vagas para pessoas negras; se sua cor ou raça for preta ou parda, clique em “Sim”; caso contrário, vá em “Não” (tentar utilizar as cotas sem ter direito é fraude)
  14. Se for uma pessoa com deficiência, clique em “Sim” na próxima página; caso contrário, vá em “Não” e clique em “Avançar”
  15. Há opção ainda de pedir para ser chamado pelo nome social ou de escolher portar arma se o cidadão tem necessidade específica conforme a lei; será necessário preencher um documento
  16. Informe se exerceu função de jurado ou prestou serviço eleitoral
  17. Na página seguinte, será necessário responder perguntas sobre seu perfil pessoal e social, se é casado ou casada, se tem filhos e qual seu grau de instrução, entre outras
  18. Após responder todas as questões, clique em “Avançar”; a próxima página vai gerar o boleto
  19. Revise suas vagas e clique em “Estou ciente”
  20. Aparecerá o resumo da inscrição; confira as informações e clique em “Enviar inscrição”
  21. Ao final, será necessário clicar em “Ir para a área do candidato”, no botão azul que aparecerá na tela, para gerar e pagar o boleto

Segundo o MGI, é possível mudar o bloco temático, mas não há devolução do valor da inscrição já feita se optar alterar de nível superior para médio, por exemplo. A mudança pode ser realizada até o prazo final de inscrição do concurso, ou seja, sexta.

O site da seleção está programado para que sejam feitos até 1 milhão de acessos por dia. Até esta terça (7), mais de 1,5 milhão de candidatos já haviam se inscrito na seleção.

VEJA O CALENDÁRIO DO CONCURSO NACIONAL UNIFICADO

  • 19/01 a 09/02/2024 – inscrições
  • 29/02/2024 – divulgação dos dados finais de inscrições
  • 29/04/2024 – divulgação dos cartões de confirmação
  • 05/05/2024 – aplicação das provas
  • 03/06/2024 – divulgação dos resultados das provas objetivas e preliminares das provas discursivas e de redação
  • 30/07/2024 – divulgação final dos resultados
  • 05/08/2024 – início da convocação para posse e cursos de formação

Fonte: Folha de S. Paulo

www.contec.org.br

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas