Início » Repudio às demissões do Banco da Amazônia

Repudio às demissões do Banco da Amazônia

postado Assessoria Tiago
467 visualizações

“Uma das experiências mais traumáticas da vida é perder o emprego sem justa causa. Torna-se ainda mais traumático quando se é um empregado público concursado com décadas de dedicação e esforço. É isso que a diretoria do BASA, na pessoa do seu presidente Valdecir Tose (que é empregado concursado como os demais) pretende fazer: demitir coletivamente centenas de trabalhadores sem justa causa. A Diretoria do Banco sabe que isso não é legal, mas como sempre, não se importa com a legalidade.”

“Este ano o BASA vai completar 80 anos, deve também anunciar um lucro recorde. O BASA não estaria completando 80 anos sem os milhares de trabalhadores e trabalhadoras que se dedicaram com seu trabalho ao longo de todos esses anos. Da mesma forma, se uma empresa obtém lucro e cumpre sua missão social, é obvio que isso só ocorre com trabalhadores dedicados e competentes.”

“Os Engenheiros Agrônomos, profissionais que fazem parte do quadro de apoio e que correm risco de serem demitidos pelo Banco, são trabalhadores responsáveis pela análise e liberação dos projetos ligados ao Agronegócio. Essa decisão da Diretoria do Basa de demitir os servidores, vai ocasionar enorme prejuízo aos produtores rurais e pecuarista que buscam recursos para alavancar o agronegócio.”

O Sindicato dos Bancários do Tocantins se junta a AEBA, a AFBNB e demais sindicatos para repudiar as demissões sem justa causa e para a apoiar os bancários do BASA na garantia dos seus direitos. Os trabalhadores do Basa merecem respeito!

Fonte: SINTEC-TO

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas