Início » Companhias aéreas têm liberação para voar com tripulação reduzida

Companhias aéreas têm liberação para voar com tripulação reduzida

postado Assessoria Renata
222 visualizações

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou as companhias aéreas Azul e Gol a operar com número reduzido de comissários de bordo. Assim, as viagens devem ocorrer com menos passageiros. A Latam também solicitou o aval da agência e aguarda decisão. Em meio a alta nos casos de influenza e de covid-19 pela variante ômicron, vários setores da economia têm sofrido com a escassez de mão de obra provocada pela necessidade de isolamento dos funcionários, em especial o setor aéreo.

Por causa de desfalques na tripulação, as linhas aéreas brasileiras passaram a cancelar uma enorme quantidade de voos, causando transtornos. A medida de redução de funcionários foi aprovada para a Gol nessa segunda-feira (17); antes disso, para a Azul, no dia 12. A ação vai obrigar as empresas a reacomodar clientes em outros voo, já que as aeronaves vão estar com capacidade reduzida para se adequar a menor tripulação — já é necessário ter ao menos um comissário para cada 50 passageiros.

A restrição de assentos depende do modelo do avião. Nos Boeings 737-800 e 737 Max 8, operados pela Gol, o número máximo de assentos passa de 186 para 150, se voarem com três comissários. O Airbus A320, da Azul, também pode levar 150 viajantes, reduzindo em 14 assentos sua capacidade original. Há, ainda, voos autorizados a ocorrerem com apenas dois comissários, como no caso dos realizados com aeronaves do modelo Embraer E195 — que nesse cenário pode acomodar 100 passageiros.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe um Comentário

Notícias Relacionadas